Google Nose: a mentira de 1 de Abril da Google

Google Nose: a mentira de 1 de Abril da Google

1 de Abril de 2013 às 12:16 por em Interessante
 

E se de repente todos nós andássemos de nariz encostado ao telemóvel, ao tablet e ao portátil? É a nova sensação das pesquisas na web. O Google Nose ainda está em fase Beta mas promete alavancar o modo como atualmente todos nós pesquisamos informação na Internet.

Conhecer o cheiro das mais exóticas flores, estar junto aos carros de Fórmula 1 na largada para um grande prémio, sentir o cheiro dos croissants mais refinados de Paris, são algumas das possibilidades abertas por esta nova tecnologia que a Google diz colocar hoje à disposição de todos.

google nose

O vídeo abaixo alimenta o embuste, bem consolidado por uma página bem recheada de conteúdo em www.google.com/nose

Mas tudo não passa de uma muito bem conseguida mentira de 1 de Abril.

A empresa de Richmond já tinha mostrado anteriormente ter sentido de humor e esta ideia de navegar pelo mundo colecionando experiências com o nosso olfato encostado aos nossos atuais computadores e smartphones é de rir, mas poderá não estar tão longe assim da realidade.

A tecnologia de um nariz eletrónico já é perseguida há alguns anos. A Cyrano Sciences é uma empresa baseada na Califórnia que está a desenvolver um nariz eletrónico que surgirá de fábrica pré-programado com uma base de dados com todo o tipo de cheiros, até o das suas e das minhas meias ao fim de um dia intenso de trabalho, digo eu 😉

Tal tecnologia, para além do seu valor recreativo, poderia permitir que as indústrias pudessem montar nas suas unidades de produção, narizes eletrónicos que detetassem gases perigosos, ou que na medicina pudessem ser usados aparelhos simples para detetarem pneumonias ou outras condições de saúde que apresentam um cheiro distintivo e capaz de ser descrito facilmente.

Num ambiente mais doméstico, as caixas dos gatos poderiam vir equipadas com um medidor de cheiro que indicaria a necessidade de serem limpas, e as esposas que nem sempre se sentem agradadas com o cheiro dos maridos, poderiam sempre montar um dispositivo de alerta que os convidasse a saírem do quarto sempre que o nível odorífico atingisse determinados padrões e intensidades 😉

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*