Um relógio com pinta que ajuda a ler as horas

Credits

FreakishCLOCK de Sabrina Fossi

Categorias

Gadgets

Já reparei que grosso modo, as novas gerações têm alguma dificuldade em ler as horas nos relógios antigos, chamados analógicos.

A maioria opta por mostradores digitais e não chega a ter contacto, pelo menos em mais tenra idade, com os ponteiros do relógio.

relógio de design

O meu primeiro relógio foi analógico e necessitava de corda. Foi um Cauny, que ainda guardo religiosamente (embora já não receba corda há muito), como recordação de quem mo deu – o meu avô paterno.

Ainda reparei nisto há relativamente pouco tempo quando tentava explicar ao meu “filho do meio” como poderia ter a certeza do lado para o qual deveria rodar a chave na porta, para a abrir.

Ele falava em “direita” e “esquerda”, como se num sistema giratório à direita no topo não correspondesse a esquerda em baixo, e vice-versa.

Disse-lhe eu que naquele caso deveria rodar a chave no sentido dos ponteiros do relógio, mas isso disse-lhe pouco, pois nunca teve um relógio que não fosse digital.

Quando o tiver, e como primeiro impacto para se habituar à ideia dos ponteiros, poderia sugerir-lhe este relógio da italiana Sabrina Fossi.

Batizando-o como FreakishCLOCK, a designer eliminou o ponteiro das horas, optando por mostrá-las de modo muito mais explícito que o referido ponteiro, através de uma fatia recortada no círculo completo que materializa o relógio.

Fica assim bem mais fácil, saber as horas (apenas as horas) a cada momento.

Os algarismos das horas estão marcados da forma tradicional debaixo do círculo superior do relógio, e a fatia recortada o que faz, é revelar cada um destes algarismos à medida que a respetiva hora é chegada.

Quanto ao ponteiro dos minutos, este faz o seu trajeto habitual à volta do círculo, dando pouca ajuda ao meu Diogo para poder ser rigoroso nos minutos que lê no relógio.

Uma abordagem limpa e simples de um relógio, que me parece, ficaria bem numa das minhas paredes.